Vector illustration of project team. Flat avatars
Da dependência a interdependência
16 de setembro de 2017
aircraft-1049593_960_720
Concentrar-se no Mais Importante
10 de outubro de 2017
Mostrar tudo

O poder baseado em princípios exige que tenhamos confiança

03_Março_Imagens_4.-O-perfil-dos-funcionários-da-sua-empresa

A disposição para assumir riscos significa não só que somos dignos de confiança, mas também que passamos a confiar nas pessoas. Aliás, é impossível sermos interdependentes se não formos capazes de confiar. Não podemos honrar integralmente alguém que não confiamos. Escolher um minuto quando o resultado é incerto, quando o caminho exige o envolvimento e a participação de outras pessoas, é desse tipo de risco que estamos falando.

Para alguns, a disposição para arriscar significa dedicar-se a confiar novamente em alguém próximo que já se mostrou desleal. O editor da Parade, Walter Anderson, ressalta que “não existe fórmula para enfrentar riscos”. Ainda assim, ele escreve: “Os riscos que vale a pena correr são aqueles que levam a uma vida de realizações. A vulnerabilidade pode nos tornar mais fortes. Quando nos expomos e revelamos, conquistamos a verdadeira confiança que só existe quando somos aceitos como realmente somos. Antes de mais nada, cada um de nós tem de assumir um risco fundamental – ser fiel a si mesmo.

O que nos impede de sermos fieis a nós mesmos? Às vezes, é o medo, medo do pior ou medo do melhor que existe, em potencial, dentro de nós. Às vezes, é a falta de informação e o desconhecimento. Simplesmente não temos consciência das possibilidades.

Deixe um comentário e compartilhe!