Sem Margem, Sem Missão - FranklinCoveyFranklinCovey
silhouette-712399_960_720
Fomos Feitos para nos Movimentar
8 de junho de 2017
photo-montage-1768408_960_720
Como unir pessoas em visão e valores compartilhados quando elas são tão diferentes?
19 de junho de 2017
Mostrar tudo

Sem Margem, Sem Missão

office-2360063_960_720

As declarações de missão fortalecedoras sempre ocorrem quando há 1) suficiente número de pessoas que estão 2) plenamente informadas, 3) interagindo de modo livre e sinérgico, 4) num ambiente onde reina a confiança. De fato, a maioria das declarações de missão formuladas nessas condições conterá as mesmas ideias e os mesmos valores básicos. As palavras podem ser diferentes, mas em geral estão sintonizadas com as quatro dimensões e necessidades da vida – físicas, mentais, emocionais e espirituais.

A força da extraordinária cultura de serviços do Ritz-Carlton é sua visão centrada nas pessoas, tanto nos empregados quanto em seus clientes. “Somos damas e cavalheiros que atendem damas e cavalheiros”. A essência da liderança de Horst Schulze é sua visão da dignidade e da necessidade de sentido da pessoa integral.

Recordemos, somente aquelas pessoas que podem recorrer às necessidades e motivações das quatro partes de sua natureza encontrarão a própria voz e oferecerão voluntariamente suas melhores contribuições. No caso do corpo, a necessidade e a motivação são a sobrevivência – a prosperidade econômica; no da mente, o crescimento e desenvolvimento; no coração, o amor e as relações; e no do espírito, sentido, integridade e participação.

A organização sente as mesmas quatro necessidades:

  1. Sobrevivência saúde financeira (CORPO)
  2. Crescimento e desenvolvimento crescimento econômico, aumento de clientes, inovação de produtos e serviços, aumento da competência profissional e institucional (MENTE)
  3. Relações forte sinergia, sólidas redes e parcerias externas, trabalho de equipe, confiança, atenção, valorização das diferenças (CORAÇÃO)
  4. Sentido, integridade e participação servir e elevar os principais envolvidos: clientes, fornecedores, empregados e suas famílias, comunidades, sociedade – fazer a diferença no mundo (ESPIRÍTO)

A chave para liberar o poder da força de trabalho é o que chamamos de comissionamento. É o esclarecimento da missão, da visão e dos valores da organização de forma a sobrepor as quatro necessidades da pessoa às quatro necessidades da organização. Todos os cargos da organização deveriam ser “comissionados” a atender explicitamente as quatro necessidades da pessoa e da organização. Uma Declaração de Missão Universal implícita seria algo assim: “Aprimorar o bem-estar econômico e a qualidade de vida de todos os principais envolvidos. ” A declaração de missão de nossa organização, departamento, equipe ou família não apenas incorporaria o espírito da declaração universal mas representaria a forma singular como o fazemos – nosso dom, capacidade, nicho específicos -nossa voz.

A menos que nossa empresa seja conduzida de modo a gerar lucros consistentes no correr do tempo, acabaremos por perder a oportunidade de cumprir nossa missão.

A maioria das empresas, por outro lado, está tão concentrada na margem e no cumprimento das metas trimestrais que perde de vista a missão que as inspirou a entrar nos negócios inicialmente. Elas perdem de vista seu pessoal, as respectivas famílias e as comunidades em que atuam. Esquecem como são interdependentes em relação a todos os principais envolvidos. Perdem de vista seu sentido de missão e de contribuição. Há consequências negativas que decorrem tanto da abordagem Missão/Sem margem quanto daquela Margem/Sem missão. Nenhuma delas é sustentável, especialmente na economia global de nossos dias. A chave é estar atento às duas coisas. A chave é o equilíbrio.

Deixe um comentário e compartilhe!