Saiba quem você é e mude se necessário - FranklinCoveyFranklinCovey
novos-habitos-para-fazer-acontecer
Mude maus hábitos tornando-se consciente deles
3 de março de 2016
monsanto-thumb
Monsanto
11 de março de 2016
Mostrar tudo

Saiba quem você é e mude se necessário

qual-e-o-seu-perfil-profissional-1418400954312_956x500

Para saber se há necessidade de mudar algo em seu modo de ver o mundo é preciso, inicialmente, fazer um exercício de autoconsciência. Só assim será possível estabelecer metas a serem cumpridas


Para traçar os objetivos a serem seguidos durante a vida, se faz necessário pensar primeiro nos diferentes papéis que cada ser humano desenvolve.
O papel de pai ou de mãe, de funcionário, de marido ou de esposa, ou de líder. Esses papéis são assumidos pelos indivíduos à medida em que as circunstâncias aparecem e não precisam, necessariamente, ser os mesmos a vida toda. Podem ser reescritos conforme a necessidade
de cada um. Stephen Covey explica que o processo de reescrita de papéis deve ser iniciado se o indivíduo reconhecer papéis ineficazes e paradigmas incompletos ou incorretos no seu comportamento. Para explicar esse procedimento, utiliza como exemplo a autobiografia de Anuar Sadat, ex-presidente do Egito. Sadat nasceu e foi criado para sentir ódio de Israel. Certa vez, ele
fez uma declaração à televisão em que dizia que jamais apertaria a mão de um israelense enquanto eles ocupassem um único centímetro de solo árabe. Ele moveu toda a nação nesse objetivo e provocou manifestações independentes e nacionalistas. Essa atitude era considerada muito irresponsável e Sadat sabia disso. Após ponderar a situação e se recordar da sua juventude vivida na Cela 54 — uma solitária na Prisão Central do Cairo — em função de seu envolvimento em uma conspiração contra o rei Faruk, Sadat reavaliou sua conduta e reescreveu seu papel. Ele visitou o Knesset, o parlamento de Israel, em Telaviv, e iniciou um dos mais importantes movimentos de paz na história do mundo. “Sadat foi capaz, assim, de utilizar sua autoconsciência, sua imaginação e sua consciência para exercer a liderança pessoal, para mudar um paradigma”, explica Stephen Covey em seu livro. Assim como na história de Sadat, é por meio do processo da autoconsciência que as pessoas identificam papéis inadequados, profundamente arraigados, não compatíveis com as coisas que realmente valorizam.
O importante, segundo Stephen Covey, é que o indivíduo esteja ciente dos diferentes papéis que desempenha e se estes estão de acordo com seus princípios e valores. Só assim cada ser humano se torna capaz de traçar a sua missão de vida, que guiará as suas decisões cotidianas.

Deixe um comentário e compartilhe!